#16 Feito é melhor que perfeito

Se você, assim como eu, também faz parte do clube dos perfeccionistas, certamente já deve ter ouvido esta frase por aí: “feito é melhor que perfeito”. Trata-se de um lembrete para nós, criaturinhas tão exigentes consigo mesmas, de que mais vale colocar a mão na massa e fazer do que ficar sentados esperando pelas condições ideais para tirar um projeto do papel.

Como eu já mencionei no post sobre as coisas que aprendi em 2017, ninguém nasce sabendo. Quando crianças, aprendemos tudo aos pouquinhos: ensaiamos nossos primeiros passos antes de começar a andar; balbuciamos nossas primeiras palavras antes de começar a falar; juntamos nossas primeiras sílabas antes de começar a ler. Assim é a vida: todos somos iniciantes em algum momento.

Imaginem só se, nos primeiros passinhos desequilibrados, desistíssemos de aprender a andar. Ou se, na dificuldade de decifrar algumas sílabas mais complicadas, resolvêssemos desistir de ler. Quantas oportunidades perderíamos na vida se desde cedo agíssemos como o nosso eu adulto, que simplesmente desiste por pensar que não é bom o bastante?

joy-real-260896
Photo by Joy Real on Unsplash

Se você quer ser bom em uma coisa, você tem que estar disposto a ser ruim naquela coisa antes

Tem uma ideia de que eu gosto muito, que eu ouvi pela primeira vez no canal da Larissa e desde então se tornou um verdadeiro lema de vida pra mim: se você quer ser bom em uma coisa, você tem que estar disposto a ser ruim naquela coisa antes. Dito assim, parece óbvio – porque é! Se ninguém nasce sabendo e se todos somos iniciantes em algum momento, é natural que tenhamos de ser ruins antes de ser bons, seja qual for a atividade.

Quando compreendemos que as condições ideais só existem para quem tem coragem de começar a fazer, finalmente entendemos que somente a prática poderá nos levar a perfeição. Sejam quais forem os seus planos, esperar não vai torná-los melhores. Fazer, sim.

Escrevi o texto de hoje inspirada neste vídeo, também do canal da Larissa – o qual, por sinal, foi de grande ajuda para que eu tomasse a coragem de criar este blog.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s