#7 Ainda sobre o Natal

Escrever o último post foi como jogar uma bomba em cima de algo delicadamente construído e mantido intacto por muitos anos. Não que ninguém nunca tenha pensado na tradição dos presentes de Natal sob aquele aspecto – tenho certeza de que eu não trouxe nenhuma novidade -, mas porque apontei problemas sem apresentar soluções.

No texto de hoje, então, trago algumas ideias para quem quer ter um Natal mais consciente, menos focado na obsessão de comprar presentes e mais voltado para o verdadeiro espírito da data – o qual, seja qual for a sua crença, sempre passa pela ideia de ter bons momentos com aqueles que amamos.

Se você, assim como eu, tem arrepios só de pensar em enfrentar um shopping lotado nesta época do ano, quem sabe seja a hora de colocar a mão na massa – literalmente! – e de fato produzir as suas lembranças! Sim, pode ser que dê trabalho – na verdade, é quase certo que vai dar. Mas se a sua ideia é demonstrar à pessoa que se lembrou e que se importa com ela, eu não vejo maneira mais carinhosa de fazê-lo.

ainda sobre o natal

Aí vão algumas sugestões:

1 – Delícias comestíveis: tem coisa mais maravilhosa neste mundo do que comer, minha gente? Eu, sinceramente, desconheço! Essa costuma ser a opção mais tradicional de presente faça-você-mesmo, e as possibilidades são infinitas: podem ser receitas clássicas de Natal, como panetones ou pães de mel, até mesmo aquelas que não tem nada a ver com a data, mas que sempre são elogiadas quando você faz. Bolos doces e salgados, pudins, mousses, geléias, pastinhas, pães…o limite é a sua habilidade na cozinha!

2 – Habilidades ou conhecimentos que só você tem: sabe aquele talento seu sobre o qual todo mundo fala? Pode ser algo convencional, tipo ser ótimo em artes manuais como crochê ou tricô, ou até algo mais “maluco”, como saber criar roteiros de viagem como ninguém. Aqui, a ideia é presentear a pessoa com algo que você fez pensando nela e nos seus gostos. Um pendrive com uma playlist para animar o dia de quem passa muito tempo no trânsito, uma lista de filmes ou vídeos inspiradores para quem está meio “perdido” na vida, um livro de receitas fáceis para quem é um zero à esquerda na cozinha…olha aí quantas ideias super personalizáveis e fora do óbvio!

3 – Vale-experiências: embora eu goste de todas as sugestões, confesso que essa é uma das minhas favoritas! Seguindo a mesma lógica das anteriores, pode ser algo mais simples, como um vale-almoço ou vale-jantar, até coisas mais elaboradas, como um vale-show, peça de teatro ou viagem. Sempre lembrando que a essência do presente não está em quanto dinheiro ele custou, mas sim nos momentos que você e a pessoa presenteada vão poder passar juntos desfrutando dele!

Como vocês podem perceber, é só ter um pouco de criatividade e disposição que surgem muitas opções de presentes capazes de mostrar àqueles que você ama o quanto eles são especiais. E se mesmo com todas essas dicas eu não consegui convencer você – e a ideia continua sendo comprar algo pronto -, fica a sugestão: se for comprar, opte por marcas e produtores pequenos, gente de verdade que coloca as mãos e o coração nos seus produtos. É mais consciente, mais bonito e muito mais a cara do verdadeiro espírito do Natal!

Gostaram do post? Contem nos comentários se pretendem seguir alguma das dicas – ou se tem alguma pra dar. Vou adorar saber! 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s