#86 Retrospectiva 2018: os melhores posts do ano | PARTE 2

Enquanto 2019 não chega, seguimos em clima de retrospectiva por aqui!

Como expliquei no último post, gosto de aproveitar essa época do ano para refletir sobre todas as experiências que eu tive a oportunidade de viver nos meses que se passaram. É assim que eu faço um balanço do que aconteceu e me preparo para o que está por vir!

E pra encerrar esse ano tão cheio de conquistas em grande estilo, hoje trago a segunda parte da seleção de melhores posts publicados no Parece Óbvio em 2018.

Reler tudo o que eu escrevi durante os últimos meses foi uma delícia – e eu espero que vocês se divirtam lendo tanto quanto eu me diverti!

Chegando no Parece Óbvio agora? Para mais conteúdo sobre minimalismo e desenvolvimento pessoal, siga-nos no Instagram e curta a nossa página no Facebook!

#38 Voltar pra casa também é bom

Em março desse ano, depois de passar alguns dias um tanto quanto perdida e sem saber o que fazer em São Paulo, comecei a refletir sobre como temos supervalorizado o ato de viajar – e o quanto isso pode ser enganoso:

“Fiquei com a impressão de que nessa de dar tanta importância à ideia de viver momentos e não acumular coisas, podemos estar perdendo a essência de algumas experiências. Afinal, faz sentido viajar somente por viajar? Sair de casa somente para poder dizer que se foi a algum lugar, mesmo quando não temos nada de interessante a fazer por lá?”

Para ler esse post, clique aqui.

Processed with VSCO with e3 preset

#54 Dicas simples para usar redes sociais em viagens de maneira inteligente

Esse post é um dos meus queridinhos do ano! Além de ter sido o responsável pela minha estreia no blog do Hostelworld, nele reuni dicas que considero essenciais para equilibrar a vida online e a offline durante uma viagem (e que vira e mexe volto pra consultar!):

“Quantas vezes, no seu dia a dia ou durante uma viagem, você se pegou dedicando boa parte do tempo das experiências que estava vivendo tentando fazer uma foto ou um vídeo do momento? E então, depois disso, procurando pelo melhor filtro, pelas melhores edições e pela melhor legenda que tornariam tudo aquilo mais atraente – e curtível – do que já era?”

Para ler esse post, clique aqui.

#59 Minimalismo e a mágica de ter mais com menos

Não é segredo pra ninguém o quanto o minimalismo mudou a minha vida. Nesse post, tentei esclarecer qual é a minha visão sobre esse estilo de vida – e o quanto eu o enxergo muito mais como uma mentalidade do que como um conjunto de regras a obedecer:

“O minimalismo, em essência, trata muito mais da adoção de uma mentalidade do que da obediência a um conjunto de regras. Ser – ou tentar ser – minimalista é adotar uma nova forma de pensar. É viver de acordo com o que se acredita ser mais importante, eliminando aquilo que nos afasta da vida que desejamos ter. E isso vai muito além das coisas que podemos possuir ou comprar.”

Para ler esse post, clique aqui.

#65 Minimalismo no shopping: 5 dicas para fazer compras mais inteligentes

Aqui, outro post que vira e mexe eu releio pra conferir as dicas que eu mesma dei (sou dessas, gente! kkk):

“Pessoalmente, eu acredito que a resposta para o que é – e também para o que não é – ser minimalista passa longe de formulações no estilo tudo ou nada. Para mim, não é a adoção ou o abandono de certos comportamentos que vai definir o grau de comprometimento de alguém com este estilo de vida. Eu outras palavras, eu não acredito que para aderir ao minimalismo você nunca mais possa comprar. Ou que você nunca mais possa ter ou fazer coisa nenhuma. Na minha visão, você pode tudo – desde que este tudo venha acompanhado de equilíbrio e consciência.”

Para ler esse post, clique aqui.

#77 Três dicas para ser uma pessoa mais positiva

Escrevi esse post durante um dos últimos desafios do abandonado ano do sem – setembro sem reclamar, quem lembra? -, e continuo achando ele super válido para qualquer momento do ano (sim, esse é outro que eu vivo relendo também!).

“O fato é: problemas sempre vão existir. Não há nada que você possa fazer para mudar essa realidade. E é muito mais fácil ser uma pessoa positiva quando você faz as pazes com isso – e entende que a única saída é encarar as coisas de outra forma. Sem brigas.”

Para ler esse post, clique aqui.

#78 Como ser o seu melhor amigo

Diferente dos outros, esse é um post que eu coloco na categoria do “deveria ler mais”. Nele, compartilhei algumas dicas para cultivarmos a amizade mais importante da nossa vida: a com nós mesmos.

“Por mais que existam diferentes tipos de amizade, a verdade é que todo mundo concorda quanto ao que define um verdadeiro amigo: afeto, respeito, confiança, parceria…e a lista segue, repleta de bons sentimentos. O curioso é que, ao mesmo tempo em que temos a maior facilidade em apontar as características de um bom amigo – e a colocá-las em prática nas nossas amizades -, frequentemente nos esquecemos de dispensar essa mesma consideração a nós mesmos.”

Para ler esse post, clique aqui.


E esta foi a segunda – e última! – parte da nossa retrospectiva, onde reuni aqueles que considero os melhores posts publicados no Parece Óbvio no ano de 2018.

Espero que tenham gostado das minhas escolhas, e que a leitura desses textos tenha inspirado vocês de alguma forma. 

Um excelente ano novo pra todos nós e até 2019!



compartilhe




posts relacionados



comentários


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *