#55 O que aprendi ficando um mês sem looks repetidos | Desafio ‘2018, o ano do sem’

Processed with VSCO with e3 preset

Ah, como é bom estar de volta! Foram só duas semanas sem posts novos, mas a sensação é de que faz anos que eu não divido minhas ideias com vocês aqui no Parece Óbvio.

Quem nos acompanha pelo Facebook já sabe – e se você ainda não acompanha, faça o favor de nos curtir por lá também! -, mas maio foi um mês atípico para mim. Embora ele tenha sido encerrado com uma viagem incrível para o Chile – que logo vai virar post por aqui! -, o início dele foi bastante complicado. Pela segunda vez neste ano, tive de dar adeus a uma pessoa muito importante pra mim. E por mais que a morte seja a única certeza que nós temos nesta vida, situações como essa são sempre tristes. Não importa o quão preparado você pense que está: nunca é fácil.

E foi nessa verdadeira montanha russa de emoções que eu atravessei o mês de maio e o nosso  quinto desafio do ano do sem, maio sem looks repetidos. E como vocês já devem imaginar, devido a todos os acontecimentos, as coisas não rolaram como eu havia previsto.

A minha ideia ao escolher este tema para o ‘ano do sem’ era não repetir looks de modo a retomar o controle sobre o meu armário e me lembrar diariamente de que eu tenho, sim, o suficiente para me vestir bem.

Era mostrar na prática, mais para mim do que para qualquer outra pessoa, que eu não preciso de mais roupas. Eu posso até querer e, se for o caso, posso até comprar – mas precisar, mesmo, eu não preciso.

Processed with VSCO with e3 preset

photo by Alexandra Gorn on Unsplash

E bem, dada a força das circunstâncias, a verdade é que eu não precisei de nenhum desafio este mês para desencanar totalmente da ideia de querer mais roupas ou qualquer outra coisa. Justamente por isso, deixei de me preocupar com ele e voltei a pensar nisso só agora, na volta das férias, com as ideias um pouco mais organizadas.

Então o post de hoje, mais do que um ‘o que aprendi sobre’, é na verdade uma prorrogação do nosso maio sem looks repetidos – que agora será junho sem looks repetidos. Assim como no início do mês passado, vou seguir fotografando diariamente os meus looks para conseguir acompanhar – e avaliar – meu desempenho.

Afinal, mesmo que a ânsia de querer comprar não esteja me acompanhando no momento, este é um exercício que pode se mostrar muito útil. Olhar com mais criatividade para aquilo que nós já temos é sempre válido – e pode render muitas surpresas e aprendizados. Então, lá vamos nós outra vez! 🙂

ps.: abaixo, os registros dos dias em que eu ainda estava tentando cumprir o desafio. Mesmo sem talento algum para a blogueirice de moda, a ideia de fotografar looks todos os dias estava me agradando bastante.



compartilhe




posts relacionados



comentários


7 Comments

  1. Parece Óbvio vai virar PORTAL! Minimalismo, viagens, moda e consumo consciente. 😉
    (E essa mudança de temperatura que Porto Alegre nos proporciona, hein?)

  2. Poxa, em primeiro lugar, meus sentimentos…
    E segundo, achei que ficaram muito bons seus looks. Vou tentar me inspirar em você e fazer looks diferentes com o que já tenho. É até bom pra dar uma economizada… Só que se continuar esfriando, vou precisar seriamente investir num casaco mais curinga bem quentinho hahaha.
    Bjs! 😘

      • Moro em Londrina/PR. Aqui é uma loucura. Faz tudo quanto é temperatura né. Frios absurdos esporádicos e calores também dignos de um país tropical.

  3. Pingback: #56 PÓ Indica: Sem Pressa de Voltar – Parece Óbvio

  4. Pingback: #57 Desafio ‘2018, o ano do sem’: junho sem looks repetidos (de novo!) – Parece Óbvio

  5. Pingback: #63 O que aprendi ficando (mais) um mês sem looks repetidos | Desafio ‘2018, o ano do sem’ – Parece Óbvio

Comments are closed.